03 abril, 2017

Mindfulness é para fugir do stress ou uma distração?

No esquema do ensinamento do Buda, Mindfulness= atenção plena, é um dos  passos para o despertar.

 O Nobre Caminho Óctuplo:

-compreensão correta
-pensamento correto
-fala/palavra correta
-ação correta
-meio de vida correto
-esforço correto
-atenção correta-mindfulness
-concentração correta

O termo mindfulness tem sido usado e abusado como técnica de relaxamento e até de meditação. É uma mistura sem fim. Cada um faz o que quer da sua mente. Pode ir para onde quiser em busca de paz de espírito, de sentir-se bem. Mas tenha em mente que enquanto vc. está em busca disso muita gente está ganhando muito dinheiro as suas custas e se vc. achar que mesmo assim vale a pena tudo bem. 

Image result for mindfulness coach

O que posso dizer é que esse estilo cool de mindfulness é como um analgésico. Só te faz sentir bem por pouco tempo mas não cura sua mente nem o corpo. Alguns poucos e raros vão perceber e buscar um outra fonte, mas a maioria vai ficar nessa ciranda correndo de um workshop para outro, de um coaching ou retiro para outro, em geral, em lugares paradisíacos, lindos, magníficos. 

Aproveite, mas guarde algum dinheiro para o plano de saúde pois pode ser que lá adiante vc. precise e essas técnicas que vc. já usou e abusou não vão mais funcionar. Então só vai restar a medicina convencional.

De atenção plena esse estilo Mindfulness fajuta pouco tem. Atenção Plena é estar presente no momento. Momento a momento onde estou, O que estou fazendo, aqui e agora. Não é por acaso que está no sétimo passo do Caminho Óctuplo. Vc. pode morrer sem chegar a alcançar essa etapa. 

Por quê? Porque vc. sequer consegue lembrar de coisas banais como quantas vezes foi ao banheiro hoje, se usou um sapato preto ou rosa, se comeu cebola no almoço. Então vc. tem muita chão de mindfulness pelo caminho para chegar à verdadeira Mindfulness.

Mas isso não interessa a quem vende esse tipo de produto porque se as pessoas se curarem acaba o negócio deles ou vão ter que criar outras estratégias.

Todos os caminhos são caminhos. Se você começa num coaching mindfulness e depois encontra outro caminho menos imediatista ou se vc. usa esse caminho como escada para subir mais alguns degraus, isso é válido. 

O espelho


Quando você se incomodar com alguém, alguma ação ou comentário ao vivo ou online deixe passar o tempo. Uma semana, duas, um mês. Até que essa vontade ou impulso de responder, cutucar ou revidar passe. Tudo passa e nada é tão urgente que mereça uma resposta imediata. 

Os mestres o são em grande parte, porque sabem por freios na ansiedade dos seus discípulos. Os alunos apresados ou que querem tudo para agora, logo se cansam de não ter suas demandas atendidas e vão procurar alguém que lhes sirva, ou desistem. O bom aluno sabe seu lugar e sabe esperar. Pode lembrar de tempos em tempos de algo, pois até professores se esquecem, mas jamais vai precionar com expressões do tipo: "Ou isso ou nada."

O outro é nosso espelho, mas nós também somos espelho. Minha reação ao que vejo, ouço ou leio por ai me ensina muito. Não é o que sou porque não sou completa. Estou sempre sendo e des-sendo. Procurando ver com o rabo do olho o que me afeta mais e ajustando-me  na frequência menos ruidosa.