09 maio, 2015

Livro: Dojo e seus Significados


Existe duas faces no caráter do povo japonês. Uma é a externa. A que deve ser mostrada para todos. Uma face de correção e de exemplo para todos. A outra é a interna que só se mostra aos mais íntimos. Turistas e não falantes de japonês raramente verão a face interna dos japoneses. Por isso eles tem um conceito tão bom externamente e são considerados uma cultura que serve de exemplo, mas isso é da porta para fora. Da porta para dentro de casa é outra história e mesmo os japoneses são tão imperfeitos como qualquer outra cultura. Ali vamos encontrar maridos machistas que  batem em esposas, alcoólatras, homens casados, com amantes e filhos fora do casamento. Pequenos e grandes delitos ocultados pela face interna.

A vida no Dojo deve ser de muito esforço em busca da perfeição. Deve ser de respeito e correção. O sensei saberá ser duro e firme com seus alunos para levá-los ao adestramento necessário que honre a tradição.

A vida no dojo é com todos e jamais sozinho. Em dias de treinamento intensivo vive-se e morre-se no dojo. Todos treinam juntos, dormem no chão e comem juntos.





Sem comentários: