11 outubro, 2013

Pescando no Acaso


Desistir de ter razão- Prender-se ao "ter razão" pode ser muito destrutivo e trazer enorme sofrimento. Quando não conseguimos deixar de ter razão nossa mente estagna em um ponto e se perde a chance de ser mais flexível, mais leve e deixar nossas convicções livres para serem reavaliadas ou até descartadas.

Desistir de ter controle- Os controladores sofrem muito e causam imenso sofrimento pois querem que as coisas sejam do seu jeito e sejam perfeitas. Não admitem erros e se incomodam com quem não segue as regras. O controlador acha que só ele sabe fazer e que sem ele as coisas não andam. O mundo precisa de certas forma de pessoas assim, mas o custo que se paga por conviver com essas pessoas pode ser pesado. Então, cabe a quem está sob sua dementada ser leve e não entrar num cabo de força. Seja doce, amável e às vezes submisso. É o jeito mais fácil de enfrentar os controladores.

Flexibilidade- Não significa deixar tudo sem regras. Flexibilidade significa relaxar no momento. As vezes ceder, não querer ganhar sempre. Por que não ser o segundo quando já se foi o primeiro tantas vezes? Flexibilidade é saber lidar com nossa ansiedade e deixar ir padrões que nos tornam pesados e nos prendem ao que achamos que tem que ser assim ou o que achamos que é certo. O certo para mim nem sempre é o certo para todos e o errado idem.

Humor- É a capacidade de rir de si mesmo. Rir do outro é perverso mas rir de si é bom, pois nos alivia do peso de achar que precisamos ser sempre perfeitos. Precisamos ser responsáveis, comprometidos, profissionais, mas não precisamos agir como robôs.

Deixar fluir-relaxar- Se vc. deixa fluir perceberá que as coisas seguem seu fluxo e se resolvem por si só. Quando vc. não deixa fluir é porque quer acelerar o fluxo das coisas e isso gera muito estresse, raiva e sofrimento. Você quer para ontem o que ainda não nasceu? Saber esperar é uma virtude cada vez mais rara. Relaxar no momento é parar a máquina e ouvir os sons a seu redor, olhar a paisagem, olhar para as pessoas, conversar com as pessoas desarmado, sem jogos de competição, apenas estando ali como uma criança que ainda não sabe falar e ainda não sabe raciocinar. Presente, exposto ao momento. Inteiro. Dá medo só de pensar?