02 setembro, 2012

Como Começar na Prática do Zen Budismo?


Comece aos poucos.

A meditação sentada é a base da prática em todas as Escolas Zen Budistas?

Sim, a meditação é a pratica mais antiga e importante ensinada por Buda desde que despertou. Ela já existia bem antes do Buda nascer. Há outras praticas auxiliares, mas no início você não precisa se preocupar com outras praticas. Elas só irão ser importantes se você algum dia for praticar em algum centro zen. Então essas outras praticas lhe serão apresentadas.

Como sentar-se no estado meditativo?

Procure um lugar que seja calmo, sem interferências, nem muito escuro, nem muito claro.
Se estiver frio, enrole-se em um cobertor.  Use roupas folgadas e confortáveis.
Se você.não tem uma almofada de meditação não se preocupe. Você pode usar um cobertor dobrado e ajusta-lo na altura ideal,de modo que fique confortável  para sentar-se. A medida certa é aquela em que  suas pernas dobradas na posição escolhida, os joelhos  toquem o chão. No início suas pernas poderão ficar levantadas,  pois elas não estão acostumadas a essa posição, mas com o tempo o seu joelho encostará no chão, então você  saberá que está na posição certa.

Quais são os jeitos de sentar?




O mais comum é o birmanês. Se você  já consegue sentar de outros jeitos pode sentar-se em lótus completo, meio lótus, seiza (usando almofada entre as pernas ou um banquinho de meditação).  Se tem problemas na lombar, joelho, fez alguma cirurgia...pode sentar-se em uma cadeira.  Veja a ilustração abaixo:



Qual a posição das mãos na meditação zen budista?





A sua mão esquerda irá repousar sobre a mão direita. Os seus polegares tocam-se suavemente. Se os polegares se inclinarem para baixo ou para cima, apenas volte-os para a posição original. Mantenha essa posição das mãos na altura do diafragma. Se não conseguir, apenas deixe-as repousarem sobre seu colo.
Antes de começar você pode balançar seu corpo, quando sentado, para frente e para trás e depois para esquerda e para a direita até encontrar uma posição confortável. Mas só faça esse procedimento uma vez. Depois tente não mover-se da posição escolhida.


Os olhos ficam abertos ou fechados?


Os olhos não devem ficar fechados pois você pode ficar sonolento, nem totalmente abertos pois pode se distrair.
Os olhos devem ficar entreabertos e focalizando de leve o chão, de um
a dois metros ou um ângulo de 45 graus, à sua frente. Melhor sentar-se de frente para uma parede vazia, nesse caso “olhe através dela”, para onde o chão deveria entrar. Assim irá piscar menos.


A cabeça não deve pender para frente nem inclinar-se para qualquer lado, mas manter-se ereta seguindo a postura da coluna.  O queixo fica ligeiramente para baixo A boca, lábios e dentes cerrados; coloque a ponta da língua no céu da boca, logo atrás dos dentes da frente. Engula a saliva da boca e elimine o ar,
de modo que haja um ligeiro vácuo. Isso inibe a salivação.






Preciso fazer alguma reverência?

Se se sentir confortável faça uma reverência antes de senta-se e uma ao final da sessão de meditação, depois de levanta-se.  Com as mãos palma com palma, incline-se para frente.




O que fazer quando sentado?

Apenas sentar é o suficiente. Você pode perguntar: Mas só isso? Sim, só isso. Parece monótono e chato, mas já é um bom teste. Alguns recomendam contar a respiração: você conta 1 quando inspira e 2 ao expirar e assim por diante até dez. Se você se distrair volte ao começo da contagem, mais tarde basta observar o vai e vem do abdômen respirando. A respiração é silenciosa. Também pode-se usar uma frase para focar só nela. Uma boa frase para meditar é :"O que é isso?" Não precisa responder a frase. Apenas quando algum pensamento surgir você volta seu foco para a frase. Há quem preste atenção nos polegares da mão como se o ar passasse entre eles ao entrar (inspirando) e ao sair (expirando).

O que fazer com os pensamentos que surgem enquanto estou sentado?

Os pensamentos são parte da nossa vida. São como a respiração. Não podem ser eliminados. Apenas os aceite como parte do processo. Quando virem mude o foco e volte a contar a respiração ou observa-la fluindo no seu abdômen, ou para frase "O que é isso?"  Não brigue com os pensamentos,  pois isso só cria uma mente de raiva e não é esse o objetivo da pratica.

O que faço com a dor nas pernas, ombros, braços....?

A dor faz parte desse treinamento. Todos sentem dor. Até aqueles que já praticam meditação há muitos anos. Lembre-se que no início  você ainda não está meditando, está apenas treinando seu corpo para ficar em uma posição que ele não está acostumado a ficar no dia a dia. Quando seu corpo estiver treinado ele não te incomodará tanto quando no início e você poderá relaxar e usufruir do estado meditativo de fato. Isso leva algum tempo. Costuma-se dizer que só meditamos quando nossa mente é a que senta e não o corpo. Você vai perceber quando isso acontecer. Não tenha pressa e nem busque resultados. Não é esse o objetivo dessa pratica.

Quanto tempo devo ficar sentado?

O tempo de meditação sentada em praticas formais costuma ser de 20-30-40 minutos. Você pode começar sentando poucos minutos e à medida que for sentindo-se mais forte você pode ir aumentado o tempo de sentadas.  Tente sentar 20 minutos por algum tempo e depois mude para 30 minutos.  Se não conseguir sentar tempos longos não se preocupe. Fique o tempo que conseguir sentando mesmo sendo poucos minutos.  Se cansar ou doer muito seu corpo, alterne um tempo sentado com outro andando.

O que mais eu preciso para meditar?

Só precisa perseverar nessa pratica. Estabelecer uma rotina e se possível mantê-la pois se não praticamos ficamos enferrujados. Nada mais. Deixe os acessórios para outro momento.
No início, não precisa se preocupar em fazer um altar, acender incenso ou velas. Isso pode não ser uma boa ideia principalmente quando fazermos meditação em casa. As pessoas que moram com você podem não gostar desses acessórios, então respeite o ambiente e apenas sente em meditação.


Se estou apenas treinando quando vou saber que estou meditando?


Quando você ficar sentado 30 minutos e parecer que ficou sentado só 3 minutos então você realmente  esqueceu-se do seu corpo e sentou sua mente.


Como mostrar a minha família que não estou fazendo nada de errado?

Se você mora sozinho é mais fácil praticar meditação. Mas em geral começamos a fazer meditação em casa. Antes de começar fale com as pessoas que moram com você sobre o que você pretende fazer. Mostre a elas como é a técnica. Mostre o lugar onde você vai se sentar  e antes de sentar-se avise que você irá fazer “x” minutos de meditação. Não se tranque no quarto, nem se esconda.  Deixe a porta aberta para que a sua família possa ver o que você está fazendo. Peça para que, naqueles minutos  em que estiver sentado, se possível,  eles colaborem fazendo menos ruídos que de costume.  No começo haverá alguma interferência. Isso é natural. Seja paciente e não se importe em interromper a meditação para responder alguma pergunta ou dar alguma explicação. Você só está começando e tem todo tempo do mundo para sentar em meditação muitas vezes mais. Se houver alguma oposição prefira meditar depois que todos estiverem dormindo ou antes que acordem.

Com o tempo sua família vai ver que você não está fazendo nada de errado e vai respeitar sua pratica. Se alguém mais se interessar pela técnica seja humilde e ensine, mesmo que seja apenas uma curiosidade passageira e ninguém mais venha a sentar-se com você.
Não desanime com os comentários negativos dos outros. Nem tente provar que estão errados pensando de modo diferente do seu.

Se eu não conseguir fazer meditação sozinho o que faço?

Nesse caso tente ver se há algum grupo zen budista na sua cidade ou Estado e programe-se para fazer uma visita. Você poderá ir conhecer e ver como eles praticam em grupo. Se gostar volte mais vezes lá. Se sentir afinidade com aquele estilo de zen você pode participar regularmente daquele grupo ou centro zen.
Mais tarde, se você dispuser de um local que possa receber algumas pessoas você poderá iniciar um grupo sob a orientação de alguém mais experiente.  Também é possível se  associar a alguma academia de artes marciais ou Yoga compartilhando o mesmo espaço em horários diferentes.

E se eu não conseguir fazer esse tipo de meditação?

Para quem não consegue fazer meditação sentada recomendo que pelo menos faça meditação andando. Mantenha um passo não muito lento nem muito rápido. As mãos ficam cruzadas na altura do umbigo e você pode manter a sua atenção na respiração contando um para cada passo dado, até dez. O olhar fica focado a sua frente sem baixar a cabeça. Do mesmo jeito que se você estivesse meditando. Isso é bem simples e qualquer um que possa caminhar poderá fazer esse tipo de meditação.




Outras praticas depende de você aprendê-las do modo correto. Não basta procurar um mantra na internet e sair fazendo. Às vezes um mantra feito da maneira incorreta pode não servir a sua função. Cada Escola Zen Budista tem praticas adicionais que lhes são próprias, embora muito parecidas entre si, divergem no idioma de origem usado. Você pode recitar o sutra do coração mas quando procurar por ele vai encontra-lo em pali, em chinês, em japonês em coreano, em inglês e até traduzido ao português. Assim como o grande darani, que são bons para começar. Já as prostrações tem alguma variação dependendo da Escola Zen e algumas nem usam mais essa pratica. 


Escrevi este texto em forma de pergunta-resposta para que aqueles que não sabem como iniciar ou que ainda tem alguma dúvida, possam ter uma ideia de onde e como começar a praticar meditação estilo zen budista. Se ainda permanecer alguma pergunta sem resposta escreva-me na caixa de comentários ou no email.  É possível que eu ainda mude esse texto acrescentando mais perguntas e ilustrações,´portanto se vc. o copiar faça o favor de atualiza-lo depois.

2 comentários:

Andre Luiz dos Santos disse...

Muito obrigado por compartilhar.

Nayps Silva disse...

Ótimo post. Obrigada! _/\_