05 setembro, 2012

A Casa Autossustentável é Possível

Flagrei papi catando folhas de papel usadas que joguei fora, para imprimir no verso. Eu mesma deveria fazer isso mas não fiz. São textos que imprimi em algum momento nos tempos da faculdade ou xerox. Folhas que em minhas faxinas foram para a caixa de descarte e minha mãe acaba guardando para acender o fogo (fogão a lenha) ai meu pai viu e achou que ainda poderiam ser usadas no verso e pegou para imprimir os números de uma rifa do Coral Italiano. E assim o papel teve múltiplos usos e destinos. Nota 10 para meus pais na reciclagem do papel e zero para mim.



Temos vários hábitos de reciclagem em casa. Tudo que consumimos é reciclado. A única coisa que vai para a rua são ossos porque sempre tem gatos ou cães e ratos que são atraídos por esses itens e minha mãe acha que não adianta enterrar porque eles acabam achando, mas de resto separamos em sacos e depois de algum tempo encaminhamos para uma pessoa que colega recicláveis.



Coletamos água da chuva que desce pelas calhas da casa e usamos essa água para limpeza externa. Poderíamos usar na descarga, mas ainda não usamos. Usamos reservatório para banheiro menor e regulamos o nível da água na metade. Se tem 6 litros por descarga, usamos 3 litros e não acionamos a descarga todas as vezes que fazemos xixi.


Nunca lavamos a calçada com mangueira ou máquina a jato. Varremos bem para tirar a sujeira e depois usamos um balde para passar pano ou eventualmente jogar um pouco d´água e depois secar a calçada.



Lavamos a louça numa pia de duas cubas: uma com água fria para tirar a sujeira e uma com água quente para enxaguar a louça. Os itens a serem lavados são limpos ao máximo para gastar menos sabão e menos água. Evitamos o sabão pois quanto mais espuma ficar na louça mais água vai precisar usar.


Gostaria de ter um sistema solar para aquecer a água e quem sabe aquecer o ambiente no inverno.

É um item que falta.


Muitas pessoas vêem essas ações como se nós fossemos como se diz por aqui "mãos de vaca", zelosos demais com as coisas e o dinheiro, mas não é porque alguém tem condições de pagar a conta da luz ou água que vai gastar mais do que precisa. Nós fazemos a nossa parte e pensamos nos demais que também precisam. Aqueles que não pensam e consomem sem critério porque tem para pagar estão penalizando todos os demais, estes não pensam em nada mais que no dinheiro. Adianta ter dinheiro se não houver chuva. O dinheiro pode até fazer chover, mas não vai ser tão barato quanto a conta da água que se paga todo mês.


E se realmente não houver água de nada servirá ter dinheiro.

Há muitos outros itens que podem ser incluídos. E quem pode fazer um projeto antes de construir a casa fazendo um reservatório maior para coletar água da chuva, instalando placas solares que não precisam ser as mais caras. Há placas que podem ser feitas em casa, basta saber como funcionam e os materiais que absorvem mais calor. Meu sonho é ter uma casa completamente autossustentável que produza o mínimo de lixo e recicle tudo que consome. Já fazemos muito, mas poderíamos fazer mais.






Sem comentários: