23 agosto, 2012

Fazer Listas Ajuda a se Organizar?


John Lenon disse: "A vida é o que acontece enquanto fazemos planos!"





É importante realizar desejos. Se entregar ao acaso, ao desconhecido. Seguir regras rígidas sempre acaba por nos tornar, seres de pedra andando em ruas de pedra.




As Sete Regras do Amor, é um filminho água com açúcar. O que achei incomum foi o argumento ser uma lista. A mãe da protagonista está morrendo e deixa um guia para a filha: coisas que ela poderá fazer ao longo da sua vida. Mas a filha toma esse guia ao pé da letra e passa sua vida em função de realizar aquilo que a mãe havia sugerido. Não bastasse isso, a vida dela é comandada por listas adicionais que ela faz. Seu maior prazer é riscar um item da sua lista. Mesmo que seja: Atender o telefone depois do terceiro toque. Isso, até aparecer alguém para bagunçar sua cabeça e fazê-la ver que a vida deve ser vivida também ao acaso. Não comandada por determinações elaboradas. Que é saudável fazer coisas que não planejamos ou mudar de planos no meio do caminho, tomar outro rumo ou mesmo chutar o pau da barraca e mudar tudo.

Fui adepta das listas por algum tempo e admito que é uma uma boa estratégia para se organizar e um bom incentivo para quem costuma adiar o que precisa fazer. Ainda existe um site chamado 43Things nele as pessoas podem fazer suas listas online e compartilhar o que conseguiram realizar. Também é possível configurar o sistema para lembra-lo do que você se propôs fazer. Eu nunca usei. Ainda prefiro fazer minha lista no papel.
Talvez o velho John Lennon esteja certo. Também, perde-se algum tempo planejando, mas o planejamento, ainda assim, é necessário.  Não vamos perder uma noite de sono fazendo listas nem deixar de viver por fazer uma listinha de vez em quando.

Sem comentários: