01 janeiro, 2012

Comece o Ano Refletindo

Abaporu-Tarcila do Amaral


Não acredito em certas superstições e muito menos em profecias de fim de mundo. Se fosse para acabar o mundo já teria acabado muitas vezes. É claro que o mundo,enquanto sistema, também é impermanente e está em processo constante de movimento.Em parte porque é um processo natural e por outro lado porque os seres alienígenas que o habitam forçaram ao longo da sua triste convivência mudanças que poderiam ter sido bem mais lentas, mas mesmo assim ainda há muito lenha para queimar nesse mundo.

Se de fato usássemos esses preságios de fim de mundo para viver de forma mais responsável, respeitando o universo com suas variáveis nas quais estamos incluídos talvez tivéssemos uma experiência mais significativa

Certa vez fiz uma experiência de viver por seis meses como se fossem os últimos de minha vida. O resultado foi o mais belo e criativo que tive em minha vida. Mudou meu jeito de ser e me relacionar com o mundo. Mudou para melhor minha vida. Mas não sei se qualquer um conseguiria levar uma experiência assim numa boa, sem ser radical demais ou desleixado demais.


Esse pode ser um ano para acabar com certos vícios que nos incomodam, para acabar com a arrogância, a raiva, a mesquinhes, o comer e o beber  em excesso, para acabar com preguiça, com as promessas dissimuladas, com a indiferença a tudo que nos faz mal e faz mal aos outros.

Um novo ano começou, mas muitos já começaram e o que vc. fez? Não desperdice mais uma oportunidade de transformar sua vida pois quando vc. muda todo o universo se beneficia. Basta um movimento para ver a a reação de retorno. Pense mil vezes antes de fazer algo ruim e dez vezes antes de fazer algo bom. Às vezes o que a gente acha que é bom para o outro não é bom e mesmo boas intenções requerem reflexão.

"Desejo que encontre maneiras para se fazer feliz no intervalo entre o instante em que cada dia acorda e o instante em que ele se deita para dormir, porque, a verdade é que, a gente não sabe se tem outro dia..."

Sem comentários: