19 janeiro, 2010

O que os Gays buscam no Budismo?

Há um crescente interesse de grupos GLBTT (gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais) pelo Budismo. Nos Estados Unidos já existe há muito tempo sangas específicas para GLBTTs.

Aqui no Brasil não sei de nenhum grupo com essa orientação. Pelo menos não oficialmente. Todos que comparecem às sangas são recebidos sem questionamento sobre sua opção sexual. Existem sim muitos gays que frequentam as sangas, mas eles não são expostos e nem precisam dar satisfação da sua vida.

Talvez nos Estados Unidos seja dessa forma, separada, por eles serem mais conservadores. Muitos gays criam essas sangas por não se sentirem bem vindos em outras sangas ou tradições, mas no Brasil não vejo necessidade de separar os gays em um grupo e não-gays em outro grupo. Devemos conviver de forma harmoniosa com todos as pessoas. Esse exercício faz parte da nossa prática diária.

Gays encontram no Budismo o que não encontraram em outras religiões?

Talvez encontrem tolerância,acolhimento,e sobretudo, o suporte espiritual que lhes foi negado por outras tradições.

Todos precisam desse suporte, de orientação, de uma direção espiritual. Não importa o que sejamos, precisamos buscar nos conectar com algo que nos ajude a voltar nossa mente para a "verdadeira natureza" de seres humanos que há em nós e para desenvolver a habilidade de despertar em nossa mente essa "natureza", tornando nossa mente cotidiana madura e saudável.

Sem comentários: