26 janeiro, 2010

Iogurte Natural Caseiro














Modo Rápido.

1 litro de leite integral.
1 pote de iog natural qualquer marca.
uma panela
um pote que caiba o litro de leite

Aquecer o leite até 43 graus (quente o bastante que colocando o dedo no leite a temperatura seja suportável). Não deixe ferver pois a fervura mata as bactérias que promovem a fermentação do leite.

Retire do fogo e deixe descansar um pouco, mas não deixe esfriar.

Coloque o pote de 300ml de iorg natural e mexa o leite para dissolver bem.

Alguns aconselham a colocar 1-3 colheres de sopa de leite em pó.

Depois desse processo coloque o leite no recipiente definitivo.
Um vidro com tampa por exemplo e feche-o.
Envolva o recipiente um um pano para manter o calor.
Deixe o recipiente em lugar escuro. Dentro de um armário. No forno(desligado) ou dentro de uma caixa de isopor. Depois de 6 horas se o conteúdo estiver consistente, já está pronto o iogurte.
Leve o recipiente à geladeira e depois é só consumir com frutas, granola, sementes, farelos...










Modo Lento


1 litro de leite integral.
1 pote de iogurte natural, qualquer marca.
1 recipiente para guardar o iogurte

Coloque o leite em temperatura ambiente no recipiente definitivo.
Coloque uma colher de sopa de iogurte natural. Mexa para dissolver bem.
Tampe o recipiente e envolva num pano escuro ou cobertor.
Deixe de uma dia para outro ((12-24h) em lugar escuro (dentro do armário)
depois que estiver consistente leve-o à geladeira e está pronto para consumir.

NOTA: Tentei seguir está receita é não deu certo. Não ficou durinho como tem que ser. Então repeti outra vez com menos leite. Aqueci um pouco o leite. Esperei ficar morno. Acrescentei um pote de iogurte natural e misturei. Como tinha usado o forno para assar uma pizza, esperei ficar morno, mas deixei uma toalha lá dentro para ficar quentinha. Enrolei a toalha no pote e depois coloquei no formo. No dia seguinte tirei para fora do forno e usei para mais um assado. Repeti o processo com a tolha e o forno e depois deixei mais até o dia seguinte no forno. Ficou como tem que ser, bem consistente e pronto pra comer. Nisso foram quase um dia e meio. Mas estava bem frio por aqui.

24 janeiro, 2010

Winter Kyol Che-Retiro de Inverno de 90 Dias.

O Winter Kyol Che,tradicional retiro de inverno com duração de três meses, da Escola Zen Kwan Um está em andamento no momento em três países. O tempo mínimo de permanência é de 7 dias e o máximo a critério de cada um.
Iniciantes são bem vindos por um período de 7 dias.

Originalmente esse retiro só admitia monges e monjas em treinamento, mas como há cada vez menos monges e monjas ele é muito mais frequentado por leigos, professores, alunos com preceitos ou que irão receber preceitos e quem queira tomar contato com esse estilo de prática.




USA/Providence/Rhode Island


Providence Zen Center




Europa/Hungria


Won Kwang Sa Temple

Asia/Correia do Sul


Mu Sang Sa Temple

20 janeiro, 2010

Qual a diferença?

Há pouco tempo alguém foi criticado por ter tatuado uma suástica no corpo. A pessoa se defendeu dizendo que a sua suástica não era nazista e sim budista.
A falta de informação sobre a origem do símbolo leva a interpretações equivocadas. Sendo a suástica nazista mais conhecida quando aparece é imediatamente contestada.

Não vi a tatuagem do cara que disse ser a sua budista, mas há um detalhe. A suástica budista tem a ponta superior voltada para a esquerda e a nazista para a direita, como mostra a ilustração. Mesmo que se arrume a a inclinação da suástica nazista ela não fica igual á budista. Teria que girar sobre seu eixo e inverter para poder ficar na mesma posição.

A suástica(SVASTIKAH,sans, significa bem-estar e boa fortuna), é um símbolo muito antigo e não é exclusivamente budista. Apareceu em outras culturas.

19 janeiro, 2010

O que os Gays buscam no Budismo?

Há um crescente interesse de grupos GLBTT (gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais) pelo Budismo. Nos Estados Unidos já existe há muito tempo sangas específicas para GLBTTs.

Aqui no Brasil não sei de nenhum grupo com essa orientação. Pelo menos não oficialmente. Todos que comparecem às sangas são recebidos sem questionamento sobre sua opção sexual. Existem sim muitos gays que frequentam as sangas, mas eles não são expostos e nem precisam dar satisfação da sua vida.

Talvez nos Estados Unidos seja dessa forma, separada, por eles serem mais conservadores. Muitos gays criam essas sangas por não se sentirem bem vindos em outras sangas ou tradições, mas no Brasil não vejo necessidade de separar os gays em um grupo e não-gays em outro grupo. Devemos conviver de forma harmoniosa com todos as pessoas. Esse exercício faz parte da nossa prática diária.

Gays encontram no Budismo o que não encontraram em outras religiões?

Talvez encontrem tolerância,acolhimento,e sobretudo, o suporte espiritual que lhes foi negado por outras tradições.

Todos precisam desse suporte, de orientação, de uma direção espiritual. Não importa o que sejamos, precisamos buscar nos conectar com algo que nos ajude a voltar nossa mente para a "verdadeira natureza" de seres humanos que há em nós e para desenvolver a habilidade de despertar em nossa mente essa "natureza", tornando nossa mente cotidiana madura e saudável.

11 janeiro, 2010

Verdadeira Liberdade.

Liberdade significa ser capaz de escolher como respondemos as coisas. Quando a sabedoria não está bem desenvolvida, ela pode facilmente ser obscurecida por provocações dos outros. Nesses momentos nós nos comportamos como animais ou robôs. Se não há um espaço entre um estimulo de insulto e uma resposta imediata condicionada pela raiva nós estamos, de fato, sob o controle dos outros.

A meditação abre esse espaço, e quando a sabedoria estiver dentro dela cada um será capaz de responder às provocações com tolerância. Isto não significa que a raiva será reprimida; ela apenas não estará em primeiro plano.


-Andrew Olendzki, “Calm in the Face of Anger,” from the Fall 2006 Tricycle.

01 janeiro, 2010

Acorda, acorda!








Acorda, acorda!
Tum, tum.
Trim, trim.

Vamos, acorda!

Poema Zen de Primeiro do Ano do T.
Deve ter sido o efeito do lápis gigante que ganhou.

Começe o Ano...


Jogando bolinha de gude
com seu filho. Não tem filho? Pode ser seus irmãos. Eles estão grandes? Qual o problema? Ah, nunca jogou bolinha de gude ou esqueceu como é? Ah, já sei não tem as bolinhas? Devia ter avisado antes. Mas dá pra improvisar fazendo bolinhas de papel.

Faça um círculo, coloque algumas bolinhas dentro. Cada um que estiver na disputa deve ter uma bolinha para si. Tome uma distância de alguns metros e cada um joga sua bolinha. Quem chegar mais próximo do círculo começa o jogo. Depois é só ir se revezando em tentar tirar as bolinhas de dentro do círculo. Quando alguém tira uma bolinha do círculo pode jogar de novo. Quem conseguir mais bolinhas ganha. Fácil, não? Tem mais regras, mas ficamos só com essas que já dá uma boa confusão.

Apenas o Começo.

Dizem que esse ano vamos ter que aprender a economizar. Uai! Ainda não aprendemos por que? No ano passado falei que tínhamos que aprender a rebolar. No fim é a mesma coisa. Continuamos rebolando, mas com uma boa música ao fundo.

Vídeo com a música.





In this world of mine,
A million things run through my head,
I Gotta take some time,
To do the things I always set my heart on,

Coz I don't know where i've been,
I got lost there somewhere,
There's so much I haven't seen,
Would you take me there?

No matter who you are,
Won't you come into my world,
Like a shooting star,
Take this journey with me to the heart,

Gonna reach that high,
And turn this world right upside down,
I'm gonna cross that sky,
On a silver cloud but I don't know which one,

Coz I don't know where i've been,
I got lost there somewhere,
There's so much I haven't seen,
Would you take me there?

JUST THE START
Scarlet Division
Theme from Oliver's twist
Words & music by Leigh Haggerwood