01 novembro, 2009

Um gato faminto ao lado de uma tigela cheia de leite.

Uma gatinho apareceu por aqui e não queria ir embora. A mãe dele ficava só olhando ele chorar de longe. Achamos que ele estava com fome e colocamos um potinho com leite, mas ele nem tocou. Depois me ocorreu que ele não devia saber como comer com talheres pois ainda é um bebê.

Mas não ficamos com ele. Deixamos ele lá fora chorando. A mãe estava lá e eles tinham que se entender ou se virar.

Enquanto tentava dormir me veio a lembrança de um koan que se chama; "O Rato comeu a comida do Gato, mas a tigela do gato está quebrada."

No dia seguinte o gatinho não estava mais lá fora e a tigela estava virada, mas nem sinal do leite.

Sem comentários: