08 abril, 2009

Celebrando lembraças.


Lembro da graciosidade, do colorido, do perfume não lembro mais. Lembro da fragilidade e do pouco tempo que duravam suas flores quando tínhamos uma cerejeira no pomar.

Sem comentários: