28 outubro, 2005

Pôr os Sutras ao Sol

Estive com essa Mestra do Dharma, que se chama Heila Downey.

No Retiro ela contou algumas histórias. Uma delas:

Havia uma tradição na China: Um dia do ano todos levavam seus sutras para deixa-los ao sol. Acreditava-se que aquecendo as sutras ao sol se obtivesse algum benefício.

Um monge do mosteiro visinho a montanha onde as pessoas estavam levando seus sutras para deixá-los ao sol, quando soube disse: "Ah! Eu também vou levar meus sutras para pôr ao sol." Subiu a montanha e chegando lá, despiu-se, ficando completamente nu.
As pessoas ficaram chocadas com a atitude do monge. Seu superior, chamou-o e disse:
"Você teve um comportamento muito feio."
Mas o monge disse:
"Eu sou os sutras vivos. Aqueles sutras são palavras mortas, mas as minhas sutras são vivas porque eu as pratico."

Sem comentários: