31 outubro, 2005

Coragem



É preciso coragem para romper com padrões que nos são impostos.
Mas saiba que coragem não é a ausência do medo, e sim a capacidade de avançar mesmo com o medo.

29 outubro, 2005

Parceiros

No final do retiro PSN disse que a relação entre professor e aluno é como uma dança
à dois. Se um for para cada lado, não haverá dança. Ambos devem seguir a mesma música.
Para se deixar conduzir por alguém, seja na dança, seja na prática, é necessário confiar no seu parceiro de dança, no seu professor.
Quando não há confiança, a dança não acontece.

28 outubro, 2005

Pôr os Sutras ao Sol

Estive com essa Mestra do Dharma, que se chama Heila Downey.

No Retiro ela contou algumas histórias. Uma delas:

Havia uma tradição na China: Um dia do ano todos levavam seus sutras para deixa-los ao sol. Acreditava-se que aquecendo as sutras ao sol se obtivesse algum benefício.

Um monge do mosteiro visinho a montanha onde as pessoas estavam levando seus sutras para deixá-los ao sol, quando soube disse: "Ah! Eu também vou levar meus sutras para pôr ao sol." Subiu a montanha e chegando lá, despiu-se, ficando completamente nu.
As pessoas ficaram chocadas com a atitude do monge. Seu superior, chamou-o e disse:
"Você teve um comportamento muito feio."
Mas o monge disse:
"Eu sou os sutras vivos. Aqueles sutras são palavras mortas, mas as minhas sutras são vivas porque eu as pratico."

27 outubro, 2005

Condicionamentos

Os orientais, especialmente os japoneses, foram moldados para ignorar seus sentimentos, sendo assim, dificilmente você verá um japonês tendo um ataque de raiva, sacando uma arma, partindo para a agressão, por mais que um odeio o outro, se
ambos se encontram, podem perfeitamente dissiimular o que sentem e se curvar um diante do outro. Por dentro podem estar pensando que gostariam de matar, mas não o fazem. Não porque não sejam agressivos, mas por que foram condicionados culturalmente.

25 outubro, 2005

Mu Sang Sa

Acabo de descobrir que na Coréia do Sul, os mosteiros também não são chegados ao meio eletrônico de comunicação. Depois de um mês esperando confirmação, recebi um telefonema para dizer que a carta convite talvez não chegasse a tempo de eu ir para o início do retiro. Sem carta convite não tem visto de extensão e sem visto de extensão tenho que adiar a ida para não ultrapassar os 90 dias permitidos. O mais engraçado é que quem atende os telefonemas internacionais aqui não entende inglês e entra em pânico cada vez que ouve uma língua que não seja o nosso portuga.

Acabei de descobrir que eles também não aceitam dólares, cheque de viagem ou cartão de crédito no mosteiro. Tem que ser tudo em cash na moeda local (won coreano).
Lá vou eu trocar meus travels por won. Onde, santo Buda? Talvez em N.Y. porque no Aeroporto deve ser bem menos conveniente. Talvez no BB de Guarulhos eles tenham.

24 outubro, 2005

Meditation pant

A costureira acertou a calça de meditação parecida com esse desenho que levei para ela ver.




Ela está acostumada a fazer bambachas. Foi mais fácil que fazer bombachas. A próxima encomenda será um casaco de trabalho e mais uma bombachinha dessas que nos states não sai por menos de R$ 30,00. Aqui saiu 12,00 pelo serviço, e 7,00 pelo tecido (oxford cinza).

23 outubro, 2005


O presente da Pro do Dharma, mais CD´s que gravei.


"A casinha meteorológica é uma peça tradicional difundida na Europa há mais de 70 anos. Através dela podemos prever as condições do tempo. Basicamente consiste na troca automática da mulher ou do homem, em relação à umidade relativa. Se estiver fazendo bom tempo, a mulher estará fora da casinha, caso contrário, o homem é que estará fora."

22 outubro, 2005

Reverência

Este formato de prática isenta de reverência não existe.
É um simples puritanismo de quem não consegue se comprometer e lança mão de desculpas escapistas.
Enquanto Buda estava vivo, ele era o centro das reverências.
Milhares de pessoas o procuraram e acreditavam no simples poder de estar em sua presença luminosa.
Ele era a estátua viva.

19 outubro, 2005

Confiança

Tenhais confiança não no mestre, mas no ensinamento.
Tenhais confiança não no ensinamento, mas no espírito das palavras.
Tenhais confiança não na teoria, mas na experiência.
Não creiais em algo simplesmente porque vós ouvistes.
Não creiais nas tradições simplesmente porque elas têm sido mantidas
de geração para geração.
Não creiais em algo simplesmente porque foi falado e comentado por muitos.
Não creiais em algo simplesmente porque está escrito em livros sagrados;
Não creiais no que imaginais, pensando que um Deus vos inspirou.
Não creiais em algo meramente baseado na autoridade de seus mestres e anciãos.
Mas após contemplação e reflexão, quando vós perceberdes que algo é
conforme ao que é razoável e leva ao que é bom e benéfico tanto para
vós quanto para os outros, então aceitai-o e façais disto a base de
sua vida.

Buda [Kalama Sutra]

18 outubro, 2005

Eihei-ji

É notório que os mosteiros zen soto, no Japão, não têm e-mail.
Portanto é melhor planejar com pelo menos 3 meses de antecedência.
O Eihei-ji pelo menos não tem.
Fica em Fukai, ao Sul do Japão.
Leigos só podem ficar dois dias. Cada dia custa 3000 yens (aprox. R$ 61,00), hoje.
Quem sabe no próximo ano eu dê uma passada por lá.

07 outubro, 2005

Gota d´Água

Quando uma gota d'água cai no oceano,
Quando um grão de pó cai na terra,
A gota d'água já não é uma gota d'água,
Torna-se o oceano,
E o grão de poeira já não é um grão de poeira,
Torna-se a terra inteira.

Taisen Deshimaru [O Anel do Caminho]