17 agosto, 2003

Como sobreviver à tempestade

Existem vários métodos simples para cuidar das emoções intensas.
Um deles é a respiração abdominal.
Quando forem tomados por uma forte emoção,
como o medo ou a raiva, levem a atenção para o abdômen.
Permanecer neste nível de intelecto é perigoso,
porque as emoções intensas são como uma tempestade,
e ficar no meio de uma tormenta é muito arriscado.

No entanto, é isso que quase todos nós fazemos quando remoemos os problemas e sofrimentos na mente, deixando que os sentimentos nos esmaguem.

Em vez disso, temos que nos estabilizar levando a atenção para baixo [para o abdômen].

Focalizem a região do [baixo] ventre e pratiquem a respiração consciente, dedicando integralmente sua atenção ao subir e descer do abdômen.

Podemos fazer está respiração sentados, deitados
ou [caminhando].

Quando olhamos para uma árvore durante uma tempestade, vemos que o topo da árvore é extremamente instável e vulnerável.
O vento pode quebrar a qualquer momento
os galhos mais altos.
Mas quando examinamos o tronco, nossa
impressão é diferente.

Percebemos que a árvore é bem sólida e imóvel, e sabemos que ela conseguirá resistir à tempestade.

Nós somos como a árvore.
Nossa cabeça é como o topo da árvore e, por isso, durante a tempestade de uma forte emoção,
temos que levar a atenção para o nível do
umbigo e começar a praticar a respiração consciente, concentrando-nos exclusivamente na respiração
e no subir e descer do abdômen.

Trata-se de uma prática muito importante, porque ela nos ajuda a ver que, embora uma emoção possa
ser muito intensa, ela fica conosco durante algum tempo e depois vai embora.

As emoções não duram para sempre.
Tenha certeza: se você se exercitar nessa prática nos momentos difíceis,você sobreviverá à tempestade.

Thich Nhat Hanh [ Aprendendo a Lidar com a Raiva, 120-1,Sextante]

Sem comentários: