12 junho, 2003

Desejo é apenas desejo

Todos os anseios nascem da busca da mente por salvação ou satisfação nas coisas externas e no futuro,
Como substitutos da alegria do Ser. Se somos nossas mentes, somos aqueles anseios, aquelas necessidades, desejos, apegos e aversões. Fora deles não existe o eu, exceto como mera possibilidade, um potencial não preenchido, uma semente que ainda não germinou.
Nessa condição, até mesmo o desejo de nos tornarmos livres ou iluminados não passa de mais um desejo a ser realizado ou concluído no futuro.
Portanto não busque se libertar do desejo ou “adquirir”a iluminação. Torne-se presente. Esteja lá, como um observador da mente.
Em lugar de citar Buda, seja Buda, seja “O Iluminado”, que é o que a palavra Buda significa.

Eckhart Tolle [ O Poder do Agora: Um Guia para a Iluminação Espiritual, Sextante,p.34-5]

Sem comentários: