12 dezembro, 2002

Zen é simples, sem palavras

Christmas Humphreys, um dos pioneiros a introduzir o Zen na Grã-Bretanha, escreveu que o Zen é muito fácil de ser entendido: Zen é apenas o que vc. faz. Não há um conceito que possa ser descrito com palavras.

Apesar disso usamos palavras para dar alguma idéia sobre o que seria Zen, mas o Zen não precisa de palavras- vc. precisa
experimenta-lo para entendê-lo.

A essência do Zen Budismo é que todos os seres são Buda (iluminados), o que todos devem fazer é descubrir essa verdade por si mesmos.

Todos os seres tem natureza de Buda
Assim como o gelo é feito de água,
Sem a água não há gelo,
sem os seres, não há Budas.

Hakuin Ekaku

Vc. que está lendo isso agora, tb. é Buda. Apenas ache a verdade sobre a sua verdadeira natereza...e vc. encontrará a natureza de Buda

O Zen nos remete a procurarmos dentro de nós mesmos nossa natureza desperta. Não precisamos procurar por respostas fora de nós mesmos; nós podemos enconta-las no mesmo lugar onde encontramos as perguntas.

As pessoas não podem aprender essa verdade filosofando ou através do pensamento racional, nem estudando os Sutras, participando
de rituais religiosos.

O primeiro passo para praticar é usar técnicas de meditação que irão disciplinar seu corpo e sua mente.

A essência do Zen-Budismo é atingir diretamente o despertar através da uma única mente original (natureza original); sem a intervenção do intelecto.

Zen é, apenas " deixar ir".

O Zen aponta para algo antes do pensamento, antes de todas as idéias.

Zen não é uma filosofia ou religião.

O Zen tenta libertar a mente da escravidão das palavras e das construções lógicas.

Sem comentários: