04 dezembro, 2002

Prática em Grupo

Alguns dizem que não é tão bom praticar em grupo, que é melhor em casa, sozinho...
Cada um deve estabelecer as suas prioridades. A prática em grupo se faz necessária não por mim, mas por aqueles que precisam de mim.
Um amigo/a engajados na mesma atividade nos motiva a seguir em frente. Para mim o encontro com um grupo e as pessoas que conheci foram fundamentais para me motivar a praticar e ver que ali tb. tem pessoas que podem me servir de exemplo ou me desafiar .Por outro lado também tem aquelas que precisam do meu exemplo para continuar.
É uma corrente, onde um elo está ligado ao outro, onde todos juntos se fortalecem e se beneficiam.
Praticar sozinho nem sempre é um ato de egoísmo. Temos desafios constantes na prática solitária, mas quando não nos incomoda mais podemos compartilhar nosso esforço com outras pessoas que estão começando, que estão tendo as mesmas dificuldades que já tivemos ou ainda temos. Um apoia o outro.

Sem comentários: