02 dezembro, 2002

Chame-me pelo meus nomes verdadeiros,
por favor,
para que eu desperte,
e para que a porta do meu coração possa
ficar aberta,
a porta da compaixão.

Thich Nhat Hanh [Paz a Cada Passo]

Sem comentários: