21 novembro, 2002

Meditar sobre o que dizemos

A palavra dita tem um poder muito maior e faz mais estragos que a palavra escrita. A palavra dita carrega em si mais imperfeições, fica mais tempo atuando na mente e mesmo corrigida não deixa de atuar. Pode ficar uma vida toda atuando na mente e causando obstáculos, traumas, males sem fim...
Cuidado! Preste atenção no que vc. vai dizer. Perceba o pensamento se formando e corte o mal pela raiz.
Medite antes de dizer. Veja se é oportuno, necessário, importante, imprescindível, dizer aquilo naquele momento, àquela pessoa.
Meditar, não é se reprimir, é apenas perceber como as coisas se formam e como elas nos afetam. As nossas palavras e as dos outros. Como o que dizemos bate e volta pra nós. Se dizemos coisas boas ouvimos coisas boas, se dizemos coisas desagradáveis, raivosas, etc, teremos o mesmo de volta. Percebendo isso vc. repensa, reavalia. Vc. medita e um dia vc. não tem mais necessidade de revidar, replicar, dar o troco, ver quem fala mais alto, quem é mais inteligente,etc.
Vc. não se enfurece mais, não se perde mais em mil divagações, não fica mais remoendo palavras ditas por alguém que estava apenas num dia ruim, de mal humor, com algum problema... Vc. entende que talvez não foi pra vc., e se houver dúvida, vc. pergunta e resolve na hora. Mas faça a pergunta inteligente e não aquela que vai causar mais problemas para ambos . Meditando nas palavras vc. aprende a acariciar mesmo as palavras mais agressivas e devolve-las como pétalas perfumadas.

Sem comentários: