29 setembro, 2002

As Seis Paramitas ou como chegar do outro Lado da Margem
Ou barco para atravessar o rio do Samsara


Lembrei de o Paulo Coelho ter dito em uma entrevista à Revista Veja algo assim : Eu nunca entendi esse tal “outro lado da margem” no budismo. Não vamos deixa-lo na ignorância “do outro lado da margem”.

Vou tentar resumir um "pouquinho" sobre isso.


Antes responda estas perguntas:

a. O que é este lado da margem ?
b. O que é o rio?
c. O que é a correnteza?
d. O que é o outro lado da margem?
e. Como vencer a correnteza, atravessar o rio e chegar do outro lado da margem?

Para chegar do outro lado da margem precisa ter:

1) Generosidade (dana)

Consiste em dar algo:
-dar coisas materiais, não necessariamente dinheiro, pode-se dar ajuda como voluntário em alguma instituição, ou no seu bairro, ajudar-se um ao outro, mesmo os que estão mais próximos, a família, isso já consiste em praticar a generosidade. Muitos conseguem fazer pelos outros e não conseguem fazer por quem está próximo de si, ou por si mesmo. Simplemsente lavar a louça, tirar o lixo, já constituí em ajuda.
-dar o Dharma
Ensinar o que se sabe, depois de tê-lo aprendido, testado em si mesmo, exercitado, adquirido discernimento sobre ele, não guarda-lo só para si, pois isso seria egoísmo.

Elimina o apego

2) Disciplina/virtude (shila)

Não causar mal: mal-estar, mal-entendidos, maldades que geram sofrimento físico ou mental,
não causar danos ou prejuízos a nenhum ser.
Treina a mente para o despertar.
Elimina a vida indisciplinada

Inclui O Nobre Caminho Óctuplo:

-compreensão correta
-pensamento correto
-fala/palavra correta
-ação correta
-meio de vida correto
-esforço correto
-atenção correta
-concentração correta

Incluí os Os dez Preceitos

-Não matar (qualquer ser vivo).

-Não roubar

-Não cobiçar

-Não mentir-

-Não ser ignorante

-Não falar sobre os defeitos dos outros

-Não elevar-se criticando os outros

-Não ser avarento

-Não ter raiva

-Não falar mal do Buddha, do Dharma e da Sangha

Obs: Os preceitos estilo Theravada monástico são mais rigorosos do que estes que estão aqui simplificados.


3) Paciência/auto-domínio (kshanti)

-paciência com quem erra
-paciência com os obstáculos (dificuldades) no Caminho
-paciência com os altos e baixos da vida

Elimina a raiva

4) Diligência, zelo, cuidado (virya)

-ser vigilante
-ser perseverante
-esforço agradável (não forçado, mas com alegria)
o esforço é inimigo da preguiça

Elimina a preguiça

5) Concentração ou Meditação (dhyana)
Atenção Plena, momento à momento,em tudo que se faz e pensa. (sati)

Elimina a dispersão mental

6) Sabedoria (prajna)

Elimina a ignorância

Prajna é:
-Discernimento; insight; sabedoria; inteligência; bom senso; perspicácia
- Desde um pequeno insight, pequena abertura da mente (intuição, discernimento)
ao grande insight, quando a mente se abre por completo.
“Maneira de ver que continuamente dissolve qualquer
tendência em usar as situações para conseguir alguma base sob os
pés. É uma espécie de detetor de besteiras que nos protege contra sermos cheios
de presunção” Pema Chödrön [Quando tudo se desfaz]

Isso que Pema Chödrön fala é no nível mais básico-médio de insight.
Num nível elevado de discernimento, há um senso muito mais aguçado das coisas,
da atenção plena, da compaixão, das necessidades vitais (comer-dormir)
Discernimento completo do Dharma, das verdades do universo, compreensão e
comunhão com o sagrado. Não há mais necessidade de questionar, tudo é compreendido.
É o nível do Buddha ( o desperto).


Tem mais quatro paramitas, as incomensuráveis(subjetivas):

Amor(metta)

Expressar amor por todos os seres, o Amor Universal, que tudo abrange e nada excluí, nada diferencia entre bom-mau/bonito-feio/melhor-pior/certo-errado...

Compaixão (karuna)

Ser o outro, ver-se na situação do outro, sem julgamentos entre certo-errado, bom-mal, bonito-feio, etc, ajudar sem olhar quem, de coração aberto.

Alegria Altruísta(mudita)

Equanimidade(equilibrado, justo, imparcial) (upeksha)

Não diferenciar, não privilegiar, ser justo.
Não agir com diferenciação: o melhor para quem eu gosto e qualquer coisa para os outros.
Dar sempre o melhor para todos.


Sem comentários: