05 agosto, 2002

O Primeiro Livro Zen

O primeiro livro que li sobre zen se chama
O Caminho Zen de Eugen Herrigel.
Comprei por acaso. Abri o livro ao acaso,
li algo ao acaso e gostei do acaso.
Quando vi o livro na estante da livraria,
lembrei de como as pessoas costumavam dizer que
eu era e sou “zen”. Eu entendia esse “zen” como “ser calma”
e isso me bastava, mas ao ver o livro
pensei: olha só, o que será esse zen?
Livro difícil esse “Caminho Zen”. Levei anos só tentando ler,
mas não falava de Buda e de Budismo em geral.
Falava de Koans, de Satori, da disciplina zen.
Por isso lendo só esse livro eu fiquei
meio analfabeta em budismo, mas entendida em zen.
Como o zen não se liga muito no passado do
budismo, nem em Buda, o zen é clean, pensei, estou no caminho zen certo.
Mesmo assim, gostei dos Koans. Até experimentei um que tinha no livro.

Quando encontras na rua uma pessoa que alcançou a verdade,
não podes passar por ela nem falando nem calado.
Ora, como então estabelecer contato?


Isso me ocupou por um bom tempo.

Os koans combinavam com a minha natureza introspectiva.

Sem comentários: