03 agosto, 2002

Na última viagem de ônibus tinha uma relógio que batia de hora em hora.
O dono do relógio acordava a cada “pim”. Eu nem dormia.
Lá pelas tantas o cara já estava reclamando com o motorista porque
ele havia passado muito do lugar onde o cara queria descer.
O ônibus passou antes do “pim” e ele não acordou.
Agora meu relógio está ‘pim’ de hora em hora também.
Eu nem sei onde mexi para desmexer.
Fui tentar acertar a hora e ele ficou ‘pim’ e não acertei
nem a hora nem o ‘pim’.
Esse ‘pim’ só me serve para meditar.
Se eu conseguir ficar uma hora ‘pim’ sentada.

Sem comentários: