08 abril, 2002

Hanamatsuri! - O Nascimento do Buda

O calendário litúrgico utilizado pelas escolas do Mahayana no extremo oriente e principalmente no Japão é diferente daquele usado pelas escolas do sudeste asiático, principalmente pela escola Theravada. Assim, o nascimento de Gautama Buda é comemorado no dia 8 de Abril, sua Iluminação em 8 de dezembro e seu "parinirvana" em 27 de fevereiro. Mas essas datas são apenas convenções sociais e diria que são simbólicas. Nas versões do Tripitaka que chegaram e foram adotadas no Japão, falasse do nascimento do Buda no 8º dia do mês de Wesak, durante a 1ª lua cheia. Na época em que foi adotada essa data houve um sincretismo muito forte com o relato do desabrochar das flores no Jardim de Lumbini, onde o Buda nasceu. Como no Japão é exatamente no começo de Abril que acontecem as primeiras floradas da cerejeira, depois de um longo e tenebroso inverno, associava-se o desabrochar das flores com o nascimento do Buda.
Quanto à celebração deste rito no bairro da Liberdade em São Paulo, ele é chamado de "Hanamatsuri" (literalmente: Festa das Flores) e é organizado pelas matrizes das representações dos templos japoneses no Brasil, e tem como ponto alto uma cerimônia reunindo monges das várias tradições onde recitam-se Sutras e banha-se a imagem do Buda recém-nascido com um chá feito de uma erva adocicada (este chá possui também propriedades medicinais e pode ser bebido pelas pessoas), para lembrar a chuva de néctar que cai dos céus para banhar o bebê Buda (segundo algumas versões Mahayana). Em seguida essa imagem é levada em procissão pelas ruas do bairro sobre um grande elefante branco, fazendo alusão ao sonho da mãe de Buda, a rainha Maya.
Rev. Wagner (Sh. Haku-Shin) [Escola Jôdo-Shin-Shû ]





Sem comentários: