02 agosto, 2014

Uma certa cobrinha


Certa vez um homem foi convidado à casa de seu amigo. Quando ai beber um copo de vinho que
lhe foi oferecido, pareceu-lhe ver uma cobrinha dentro do copo.
Não querendo embaraçar seu amigo,
chamando sua atenção sobre isso, corajosamente a engoliu.
Voltando para casa sentiu fortes dores no
estômago. Muitos remédios lhe foram aplicados mas, em vão,
e o homem agora gravemente enfermo,
sentia-se à beira da morte. Seu amigo, sabendo de seu estado,
convidou-o de novo para vir a sua casa.
Sentando seu amigo doente no mesmo lugar,
lhe ofereceu outra vez um copo de vinho dizendo-lhe
que era um remédio. Quando o homem doente levantou seu copo para beber,
viu de novo uma cobrinha dentro dele. Desta vez chamou a atenção
do amigo para ela. Sem dizer uma palavra o amigo apontou para o teto acima dele,
de onde pendia um arco. De repente o doente compreendeu que a
“cobrinha” era o reflexo do arco pendurado.

Os dois homens olharam um para o outro e riram. A dor do doente desapareceu.
Instantaneamente e ele recobrou a saúde.

Sem comentários: